segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

A dor da despedida

A partir de hoje, o futebol entra em férias. A bola só volta a rolar em janeiro. E por mais que muitos jogadores fiquem em uma mesma equipe, o grupo jamais será o mesmo e 100% igual. Aí vem a dolorosa despedida que faz parte do processo de transição. A vida é assim. Feita de mudanças e decisões. Mas as lembranças, os bons momentos jamais saem da memória.

Um comentário:

Pitacos disse...

Meu amigo,
Que tenhamos muitas despedidas na Ressacada! Aquelas que não causarão dor alguma!
Abs,
Mauro