terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Justo

Bom dia. Percebi que a renovação de Benazzi divide opiniões. Normal, isso faz parte da democracia. Na minha humilde opinião, ele merece ficar. Primeiro, por ter escapado junto com o time da queda. Segundo, porque a chegada dele em outubro, para o aspecto motivacional, fez a diferença. Terceiro, que Benazzi fez Batista renascer e jogar com eficiência. No mais, opinem.

3 comentários:

Daniel disse...

Só tem tu, vai tu mesmo.
É o que parece..

LuisEduardo disse...

Vandrei,
É com tristeza que toda a Nação percebe que 2011 vai começar muito pior do que 2010.
A Diretoria não fez o menor esforço para manter o Emerson e o Caio. Sim, não fez o menor esforço, porque quanto o Coritiba vai pagar ao Emerson? Duvido que seja mais do que 80 mil. E se não for mais do que 80 mil, o Avaí teria a obrigação de bancar o Emerson aqui, pela liderança que exerce junto ao grupo e pela afinidade que possui junto à torcida.
Mandaram passear aqueles que recolocaram o Avaí no caminho das vitórias e parece que estão querendo ressucitar aqueles mesmos que trouxeram Johan, Fábio Nunes, Zaltron, Jessé e cia. ltda.
O Bennazzi é outro erro. Ele nunca foi, até mesmo pelo seu perfil, montador de grupo, ele é treinador para tiro curto, assim como o Antonio Lopes.
O Avaí começa errado de novo.
O rival está começando anos-luz à nossa frente e, a não ser que haja uma guinada muito grande dentro do Avaí, eles vão ganhar o Estadual com um pé nas costas e com os olhos vendados.
Repito, mandaram passear quem recolocou o Avaí no caminho das vitórias e estão dando novo crédito a quem não apresentou nada quando teve oportunidade.
Saudações Azurras!

George disse...

Concordo com o comentário acima. O Benazzi, tal qual o Lopes, é de tiro curto. O Avaí deveria voltar a fazer o projeto de longo prazo, como no caso Silas e o próprio Chamusca (este foi mais ganancioso, mas o Silas manteve a palavra).
Abraço.